fbpx
AMA FEDERAL SEGUROS ONLINE
Sinistros : (64) 98161-0047 ou (64) 98109-0016 [ATENDIMENTO 24 HORAS]

O Brasil possui, em números absolutos, um dos trânsitos com mais acidentes em todo o mundo. Ainda estamos no pódio de furtos e roubos de veículos. Por isso, não ter um seguro auto não é um problema, mas todos os fatores agregados de não optar por ele são verdadeiras dores de cabeça (e no bolso).

Ou seja: negligenciar esse tema traz uma série de contratempos que, acreditem, ocorrem mais do que você possa imaginar. Afinal, de problemas mecânicos até acidentes causados por outros motoristas, quem realmente está seguro no trânsito?

Pensando nisso, trazemos um artigo mostrando que não há problemas em ter um seguro auto – caso o proprietário do veículo não ligue para os fatores que iremos listar abaixo.

Preocupações constantes

Estacionei o carro em um lugar seguro? O que acontece se alguém bater nele e eu não ver? Quanto será que custa para trocar essa peça que faz o automóvel gerar esse barulho? Questionamentos e mais questionamentos pairam na cabeça de qualquer dono de um carro.

Contudo, isso acontece principalmente para quem não tem seguro auto. Afinal, os que possuem esse benefício, sabem que na pior das hipóteses haverá uma maneira mais rápida, fácil e barata de contornar os contratempos.

Por isso é primordial que um seguro auto seja seu alicerce de tranquilidade. É claro que qualquer problema que venha a ocorrer, mesmo com um serviço do gênero, nunca é bom. Mas, já imaginou ter o famoso ‘PT’ (perda total) sem ser ressarcido em nenhum centavo?

Carro roubado dói no bolso. Ainda mais sem ter quitado

Segundo o mais recente Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que mensura dados de 2017, um carro é roubado ou furtado por minuto no Brasil. Em dois anos, foram mais de 1,06 milhão de veículos subtraídos no nosso país, o que mostra que a ‘epidemia’ desse tipo de crime continua em alta.

Aqui, novamente, não ter um seguro não é um problema. A real complicação é ter um prejuízo financeiro na casa de dezenas de milhares de reais (ou mesmo centenas), visto que caso o veículo não seja recuperado, o jeito é apenas torcer para que a polícia o recupere.

Agora, leve essa situação para quem ainda não quitou seu financiamento. Por exemplo, deu uma entrada de 20% do valor do carro e ainda faltam 48 prestações para fechar outros 80%. Terá que pagar, por quatro anos, um bem não assegurado que deixou de possuir.

Em resumo: o prejuízo financeiro (e o desânimo), são gigantes quando não há um seguro auto para cobrir furtos e roubos do seu patrimônio.

Desastres naturais podem ocorrer

Alagamentos, granizos ou uma queda de árvore. Há vários desastres naturais que podem acontecer e que ninguém espera. Até mesmo a exposição a luz danifica a lataria, imagina fenômenos mais agressivos, como a queda de um raio?

Pode até parecer que isso nunca vai acontecer, mas quando chega esse momento, muitos se questionam o quanto um seguro auto faz falta. Ou seja: não apenas pessoas mal-intencionadas, mas a própria natureza, faz com que seja necessário um benefício do gênero.

Acidentes: comuns, caros e problemáticos

Acho que nada resume mais o problema de não ter um seguro auto que os acidentes. Afinal, eles acontecem dia após dia. É até difícil achar alguém que, no mínimo, não enroscou o retrovisor na entrada da garagem, por exemplo.

Os acidentes, além de serem comuns, são caros (qualquer batidinha já te faz gastar, no mínimo, uns R$ 100), além de serem problemáticos em vários sentidos. Nesse ponto, podemos elencar uma série de problemas agregados:

– Caso haja uma colisão com o carro de outra pessoa, não apenas o reparo do seu veículo terá que pagar, como também da vítima (visto que seja constatado que o acidente foi causado por você);

– E, se a pessoa bate no seu carro e ela não tem seguro? Ou foge do local? E você precisa do carro imediatamente para trabalhar? Até mesmo quando não temos culpa, o seguro auto é indispensável em casos de acidentes;

– Dependendo da apólice, você pode fazer um seguro para terceiros, que evita um problema caso a responsabilidade do acidente siga os exemplos acima. Ou seja, além de evitar gastar a mais, ainda não terá que pagar a franquia.


E se você precisar de assistência?

Outro cenário muito comum é ficar à mercê de serviços terceirizados na beira da estrada durante a madrugada, após um problema mecânico ou acidente. Além de ser uma dor de cabeça, também é perigoso.

Por isso, não ache que o principal contratempo vem de não ter um seguro auto. O problema é perder prazos importantes por problemas no veículo, como esquecer a chave no interior do carro.

Pense em qualquer situação que possa aparecer, independentemente do horário: com um seguro auto você terá a comodidade para resolver os mais variados contratempos que surjam – sem precisar gastar, em alguns casos, até mesmo sua franquia, além de valores absurdos se comparados a uma apólice bem-feita.

É uma economia em todos os sentidos, como no caso de sinistros

Podemos resumir que todos esses fatores sempre irão gerar economia. Talvez o exemplo mais latente seja a troca de peças ou os reparos feitos quando há um sinistro: a reposição do item adequado pode ser difícil de encontrar na sua cidade, levando mais tempo e, claro, custando mais ao seu bolso.

Já com um seguro auto você não precisa fazer todo o processo: paga-se uma porcentagem às vezes irrisória em relação ao valor total da peça que precisa, além de não sofrer com problemas de encontrar componentes não originais ou que apenas danificarão seu veículo.

Isso sem contar que evita que a PT seja irreversível, venha esse através de roubo/furto, desastres naturais, acidentes, entre outros. Dessa forma, ter um seguro auto é um investimento no seu carro, mais até que qualquer complemento que possa colocar.

Ainda não é um problema?

Com todos esses fatores, fica a pergunta: você acha que não ter seguro não é um problema ainda? Os números, indicadores e informações estão aí. Por isso, é preciso sim dar toda atenção a esse tema e evitar preocupações desnecessárias, perda de tempo para resolver contratempos e prejuízo financeiro nas mais diversas situações.

Por isso, oferecemos neste link uma simulação do seu seguro auto, com uma cotação gratuita e sem compromissos. Em cinco minutos você vê que é possível manter seu carro protegido de todos os fatores que listamos nesse artigo.